segunda-feira, 11 de maio de 2009

Comentário no blog de Reinaldo Azevedo - 11/05/2009

Comentário no blog de Reinaldo Azevedo, em 11 de maio de 2009, no post "TIREM O COLETE DE MINC E LHE METAM UMA CAMISA-DE-FORÇA":

"Reinaldo, concordo que o Minc, na condição de Ministro de Estado, não pode se valer do cargo para dar visibilidade a uma bandeira de luta pessoal dele.

A meu ver, ele se utilizou de forma equivocada do cargo de Ministro (que é público!) para fazer valer um argumento axiológico pertencente apenas à sua esfera privada.

Entretanto, sou TOTALMENTE a favor da descriminalização das drogas, não pelos exercícios de futurologia (de ambos os lados) que atribuem uma relação de custo-benefício às ações estatais.

Trata-se de uma premissa valorativa: que prerrogativa o Estado tem para controlar o que colocamos dentro de nossos organismos?

Você mesmo suscitou essa questão com o exemplo da manteiga, mas não concluiu o raciocínio. Então, porque a coletividade quer proibir, vamos proibir?

Por essa lógica, a castração das meninas do Níger ou o apedrejamento de homossexuais no Irã justificam-se pela 'ética coletiva'?

Sei que foram comparações exageradas, mas a premissa é a mesma." (A.S.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário