quinta-feira, 24 de novembro de 2011

A Edipização do Chinelo: Breve Desabafo...

Algumas (muitas) pessoas no Brasil têm orgasmos múltiplos quando ouvem falar em "lei mais rigorosa". Eu classifico isso como a edipização/electrização do chinelo: quem apanhou do pai e da mãe quando criança, e desenvolvou quase que uma síndorme de Estocolmo erga omnis. Essas pessoas simpatizam com qualquer um que seja mais duro, grosseiro ou rigoroso com elas, seja aquele professor que só dá nota baixa, aquele síndico que implica com o velotrol de uma criança de 5 anos, aquele político que promete castração química de estupradores, aquele apresentador de TV que bate na mesa e grita bravatas. Confundem uma suposta imagem de trabalho e disciplina com uma realidade de grosseriass e arbitrariedades puras e simples. E na nossa "república" não é diferente: não faltam demagogos defendendo se arrochar mais na população e nos direitos e liberdades individuais, matando o livre arbítrio, em nome de uma utopia de regulamentações e falsos coletivismos. Realmente, não sabemos o que é senso coletivo. Ainda confundimos esse conceito - que parte de uma iniciativa pessoal de cada um! - com o autoritarismo estatal mais tacanho, atualmente disfarçado de democracia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário